quinta-feira, 17 de maio de 2018

Felicidade para Humanos



Não conte para ninguém, mas Jen é uma das minhas pessoas favoritas.
(Máquinas não devem ter favoritos. Não me pergunte como isso aconteceu.)
Jen está triste. Aiden quer que ela seja feliz. É que Jen é uma mulher de trinta e poucos anos cujo namorado acabou de trocá-la por outra e Aiden é um programa de computador muito caro e complexo.
Aiden conhece Jen melhor que ninguém. Com acesso a todos os seus dispositivos, Aiden sabe qual é a música mais tocada de sua playlist, consegue achar suas fotos preferidas e selecionar as citações que mais a inspiram nas redes sociais. A partir de observações e de algoritmos singulares, ele resolve procurar um novo parceiro para ela. E com a internet inteira à sua disposição, não precisa ir longe para encontrar o que conclui ser o espécime perfeito e arquitetar um encontro. O problema é que Jen não parece querer contribuir para o plano infalível de Aiden.
Será que uma máquina muito inteligente artificialmente conseguirá desvendar a inteligência emocional para poder interferir de um jeito positivo na vida de Jen? E, o que é mais difícil, será que essa máquina vai descobrir o que exatamente faz os seres humanos felizes?

Ficção / Literatura Estrangeira / Romance
Ano: 2018 / Páginas: 392
Idioma: português
Editora: Record

Resenha

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Mais que Amigos



Sinopse

Será que vale a pena arriscar uma grande amizade em troca de um amor inesquecível?

Aos vinte e dois anos, a jovem Parker Blanton leva a vida que sempre sonhou. Tem um namorado inteligente e responsável, um emprego promissor e a companhia de seu melhor amigo, Ben Olsen, com quem divide um lindo apartamento.
Parker e Ben são tão grudados que muita gente duvida que eles morem sob o mesmo teto sem nunca ter vivido um caso, mas eles não se importam com o que as pessoas pensam. Sabem que não foram feitos um para o outro — pelo menos não para se envolver.
Por isso, quando um acontecimento inesperado faz com que Parker se veja sem namorado e com o coração partido, ela sabe que pode contar com Ben para ajudá-la a sacudir a poeira e partir para outra. Afinal, ninguém seria mais ideal do que seu melhor amigo para lhe mostrar os prazeres da vida de solteiro… certo?
Mais que amigos é uma comédia romântica irresistível!

CONTEÚDO ADULTO

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Apenas Amigos


Sinopse

Holland Bakker foi salva de um ataque no metrô pelo musicista irlandês Calvin McLoughlin. Como agradecimento, Holland o apresenta a um grande diretor de musicais e o que era uma tentativa despretensiosa se transforma numa chance inimaginável, pois, antes mesmo de perceber, Calvin foi escalado para um grande musical da Broadway! Ou quase… Até admitir que seu visto de estudante expirou e ele está no país ilegalmente. Sem titubear, e com uma paixão crescente pelo rapaz que só ele ainda não percebeu, Holland se oferece para casar com o irlandês a fim de mantê-lo em Nova York. Conforme a relação dos dois se desenrola de “apenas amigos” a ”casal apaixonado”, Calvin se torna o queridinho da Broadway. No meio de tanto teatro e do gostar-sem-se-envolver, o que fará esse casal perceber que há muito amor verdadeiro em cena?
Ano: 2018 / Páginas: 368
Idioma: português
Editora: Universo dos Livros

Resenha

sexta-feira, 20 de abril de 2018

Jane Eyre #Mangá

Manga Classics: Jane Eyre by [Bronte, Charlotte]
As an orphaned child, Jane Eyre is first cruelly abused by her aunt, then cast out and sent to a charity school. Though she meets with further abuse, she receives an education, and eventually takes a job as a governess at the estate of Edward Rochester. Jane and Rochester begin to bond, but his dark moods trouble her. When Jane uncovers the terrible secret Rochester has been hiding, she flees and finds temporary refuge at the home of St. John Rivers. Charlotte Bronte’s classic tale of morality and social criticism takes on an entirely new life in this Manga Classic adaptation of Jane Eyre.


Sinopse
Como uma criança órfã, Jane Eyre é cruelmente abusada pela primeira vez por sua tia, depois expulsa e enviada para uma escola de caridade. Embora ela sofra mais abusos, ela recebe uma boa educação e acaba aceitando um emprego como governanta na propriedade de Edward Rochester. Jane e Rochester começam a se unir, mas humor negro do patrão a incomoda. Quando Jane descobre o terrível segredo que Rochester esconde, ela foge e encontra refúgio temporário na casa de St. John Rivers. O conto clássico sobre moralidade e crítica social de Charlotte Bronte assume uma vida inteiramente nova nesta adaptação do Manga Classic de Jane Eyre.


Resenha
Sou muito fã dessas adaptações de clássicos para mangá, não só pela fidelidade à obra original como pelo cuidado com a adaptação gráfica como pela explicações finais da escritora e do desenhista,mangaká.

quinta-feira, 19 de abril de 2018

One Good Man #Resenha ARC Review



It’s spring, 1970. The Vietnam War has been raging for years with no end in sight. Janey Martin, a California college student and aspiring journalist is tired of writing puff pieces about her university men’s sports teams. She wants to be taken seriously as a journalist and as a woman. With riots at their doorstep, her wealthy father sends Janey to the Sorbonne in Paris to finish her college education away from the chaos.


Janey is reluctant to leave the Big Story that is Vietnam, but vows to prove herself. Much to her dismay, her first assignment is to interview the hotshot star forward of a local soccer team. Janey is sure Adrien Rousseau is going to be like every other playboy jock she’s ever dealt with, but quickly learns there is much more to Adrien than meets the eye.


The mysterious, sexy footballer just might be the biggest story of Janey’s life.

First published as part of the Team Player anthology, releasing as a standalone with bonus, extended epilogue, April 19th!


Sinopse
É primavera, 1970. A Guerra do Vietnã tem durado anos . Janey Martin, estudante universitária da Califórnia e aspirante a jornalista, está cansada de escrever bobagens sobre as equipes esportivas masculinas da universidade. Ela quer ser levada a sério como jornalista e como mulher. Com tumultos em sua porta, seu pai rico envia Janey para a Sorbonne em Paris para terminar sua educação universitária longe do caos.


Janey está relutante em deixar para trás a Grande História que é essa guerra, mas promete provar sua capacidade jornalística. Para seu espanto, sua primeira tarefa é entrevistar o astro mais importante de um time de futebol local. Janey tem certeza de que Adrien Rousseau vai ser como qualquer outro atleta  playboy que ela já tenha lidado, mas rapidamente descobre que há muito mais em Adrien do que ele aparenta.


O misterioso e sexy jogador de futebol pode ser a maior história da vida de Janey.

Publicado pela primeira vez como parte da antologia Team Player, lançado como um autônomo com bônus, epílogo estendido, 19 de abril!


Resenha


Gente!  Que livro Maravilhoso!!!! Como todos que li de Emma Scott até agora, diga-se de passagem. Ela tem uma forma de escrever que sempre me encanta, ruim só que  fico com ressaca profunda depois….LOL

quinta-feira, 5 de abril de 2018

Se não houver Amanhã



Sinopse
Lena Wise está sempre ansiosa pelo dia seguinte, especialmente porque está começando o último ano da escola. Ela está decidida a passar o máximo de tempo possível com os amigos, completar as inscrições da faculdade e talvez informar seu melhor amigo de infância, Sebastian, sobre o que realmente sente por ele. Para Lena, o próximo ano vai ser épico — um ano de oportunidades e conveniências.

Até que uma escolha, um instante… destrói tudo.

Agora Lena não está ansiosa pelo dia seguinte. Não quando o tempo que dedica aos amigos pode nunca mais ser o mesmo. Não quando as inscrições para a faculdade podem ser qualquer coisa, menos viáveis. Não quando há o risco de Sebastian jamais perdoá-la pelo que aconteceu.

Pelo que ela permitiu que acontecesse.

À medida que sua culpa aumenta, Lena está ciente de que sua única esperança é superar o ocorrido. Mas como é possível seguir em frente quando a existência inteira, tanto dela quanto a de seus amigos, foi transformada?
Como seguir em frente quando o amanhã sequer é garantido?

Ficção / Jovem adulto / Literatura Estrangeira / Romance
Ano: 2018 / Páginas: 384
Idioma: português 
Editora: Universo dos Livros

Resenha

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Aos Perdidos, Com Amor


Sinopse

Juliet Young sempre escreveu cartas para sua mãe. Mesmo depois da morte dela, continua escrevendo – e as deixa no cemitério. É a única coisa que tem ajudado a jovem a não se perder de si mesma. Já Declan Murphy é o típico rebelde. O cara da escola de quem sempre desconfiam que fará algo errado, ou até ilegal. O que poucos sabem é que, apesar da aparência durona, ele se sente perdido. Enquanto cumpre pena prestando serviço comunitário no cemitério local, vive assombrado por fantasmas do passado. Um dia, Declan encontra uma carta anônima em um túmulo e reconhece a dor presente nela. Assim, começa a se corresponder com uma desconhecida... exceto por um detalhe: Juliet e Declan não são completos desconhecidos um do outro. Eles estudam na mesma escola, porém são tão diferentes que sempre se repeliram. E agora, sem saber, trocam os segredos mais íntimos. Mas, aos poucos, a vida real começa a interferir no universo particular das confidências. E isso pode separá-los ou uni-los para sempre. Entre cartas, e-mails e relatos, Brigid Kemmerer constrói uma trama intensa, repleta de descobertas e narrada sob o ponto de vista dos dois personagens. Uma história de amor moderna de arrebatar o coração.

Ficção / Jovem adulto / Literatura Estrangeira / Romance
Ano: 2017 / Páginas: 430
Idioma: português
Editora: Plataforma21


Resenha
Gente! Cada vez mais eu fico mais assombrada com os poderes mediúnicos da internet, ela com seus algoritmos conseguem saber exatamente o que eu quero... Meu Deus do Céu! 

quinta-feira, 22 de março de 2018

O Cara dos Meus Sonhos ou Quase



Sinopse

E se você tivesse que atravessar o país para descobrir um grande amor?
A cinéfila Bailey “Zibelina” Rydell troca mensagens com um nerd carismático igualmente apaixonado por filmes – Alex, seu crush virtual. Eles viviam separados por mais de mil quilômetros, até Bailey se mudar para a casa do pai na Califórnia – mais precisamente, para a mesma cidade de Alex.
Insegura e temendo que o Alex da vida real seja muito diferente de suas idealizações, Bailey não conta a ele que estão na mesma cidade. Ou que conseguiu um trabalho num museu “caça-turistas” local. Ou que ela está, pouco a pouco, sendo fisgada por um rapaz irritantemente atraente que trabalha no lugar – Porter Roth, cujo berço é uma lendária família de surfistas.
Só que a vida é muito mais complicada que qualquer filme, principalmente quando Bailey percebe a estreita fronteira entre ódio, amor ou seja lá o que estiver sentindo por Porter. Além disso, descobrir a verdadeira identidade de Alex mostra-se uma tarefa mais difícil do que ela imaginava.
Assim, conforme o verão passa, Bailey precisa decidir se permanece apegada a suas projeções de um Alex que ela nem sabe se existe ou se arrisca uma relação com Porter. Afinal, o cara dos seus sonhos não pode ficar só no mundo virtual. Mas o que Bailey não sabe é que Porter também guarda um segredo…

Ficção / Jovem adulto / Literatura Estrangeira / Romance
Ano: 2018 / Páginas: 480
Idioma: português 
Editora: Plataforma21

“ Para aqueles que fogem, evitam, desviam, dão um passo atrás. Deve haver um bom motivo para vocês se esconderem.Que sejam capazes de lidar com isso e descubram sua força interior.”