quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

A Arte de Ser Normal - Lisa Williamson

Fala galera, estou meio sumido, pois estava tentando da um UP no blog, mas tem resenha fresquinha agora.

Bom, vamos lá!

Primeiro vou logo dizendo, o livro é fantástico, me faltou palavras para descrever o quanto é emocionante a história. Sabe aquele livro que quando acaba, a historia acaba, seu mundo acaba, sua vida acaba, e você só tem vontade de comer, e logo após, ainda fica em uma super-ressaca, bom foi esse rsrs, ele entrou pra minha lista de livros favoritos, recomendo a todos, 5 estrelas, mas vamos lá! rsrs.

A temática é bem polemica, envolve temas como o trasngenero e o transexual. A forma como a historia se passa é brilhante!  O enredo da historia é contado de dois pontos de vistas: O do David e o do Léo. No inicio simplesmente não compreendemos o porquê do Léo ter envolvimento no enredo, à forma como é construído o texto, até que nos habituamos com a maneira da escrita da autora. Pensamos ser uma simples história de romance gay, mas vai além do que imaginamos com várias novidades que não encontramos em romances com essa mesma temática.
Deparamos-nos com um show de palavras que nos leva a refletir sobre a questão, através do crescimento dos personagens, apesar de muito diferentes e cada um guardando um segredo próprio, David e Leo inicia uma profunda amizade que é a base do elogiado romance.

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

#EUFUI - Lançamento ''O Despertar do Príncipe'' - Colleen Houk em Salvador-BA



Oioii leitores, vim contar a vocês como foi o lançamento de "O Despertar do Príncipe" no Brasil em especial onde moro em salvador - Bahia, com a presença da autora Colleen Houck mesma autora de "A saga do tigre", que fez uma tour pelo Brasil promovida pela editora Arqueiro com o seu novo lançamento.

Da mesma forma que as notícias de Julia Quinn chegaram até nós leitores, foi as notícias de Colleen Houck, começou quando nós leitores soubemos que a Colleen Houck já estaria no Brasil para a Bienal do Rio de Janeiro, até a editora divulgar que seria feito também um tour pelo país levando a autora para os lançamentos em algumas cidades, e Salvador capital da Bahia foi mais uma vez uma das escolhidas para ter a presença da escritora no lançamento que seria dia 17/09 também uma quinta-feira e no mesmo local que foi o lançamento de "O Conde Enfeitiçado da Julia Quinn", as informações a respeito do evento também foram as mesmas com pequenas alterações ''Serão distribuídas 300 senhas para a sessão de autógrafos no dia 17/9, a partir das 10h, na Livraria Cultura do Salvador Shopping. Máximo de 3 livros por pessoa, sendo que um deles deve ser "O Despertar do Príncipe''.




No dia fui pegar minha senha no shopping as 10h e já fiquei na livraria conversando com alguns amigos/colegas, só a tarde a fila começou a se formar por volta das 14h, e fui o segundo da fila,rs. 



A Colleen chegou bem antes do horário e exatamente as 19:00 ela iniciou o evento respondendo as fortes emoções ( gritaria) dos fãs na fila, ela começou e foi autografando todos os livros que tínhamos levado.

Na minha vez ainda tive tempo pra um bate-papo bem rápido, elogiei os livros, perguntei se ela tinha gostado do Brasil até o momento, e se tinha gostado de salvador (ela tinha ido na orla marítima de salvador juntamente com seu esposo mais cedo no mesmo dia). Perguntei também se ela tinha provado o acarajé, ela comeu e disse que gostou muito do acarajé, vatapá, caruru e camarões, rs, achei ela muito simpática, bem extrovertida, alegre, falava bastante conosco apesar do curto momento e sempre preocupada com as fotos e etc.






Eu tinha além do lançamento, a saga do tigre completa e ainda um fôlder promocional do livro que aberto se tornava um poster e até ele eu pedi que ela desse autógrafo e ela super simpática ainda perguntou onde eu queria, ah ela elogiou minha camisa que tinha um tigre como estampa.



Pra quem ainda não conhece ''O Despertar do Príncipe'' leia a sinopse logo abaixo:

O despertar do príncipe é o primeiro volume da aguardada série Deuses do Egito, uma aventura fascinante que vai nos transportar para cenários extraordinários e nos apresentar a criaturas fantásticas da rica mitologia egípcia. Colleen Houck é autora de A maldição do tigre, série que já vendeu mais de 500 mil exemplares no Brasil. “Os fãs de Rick Riordan vão se divertir com esta fantasia. Uma narrativa incrivelmente bem pesquisada com um ar de mistério e romance.” — School Library Journal Aos 17 anos, Lilliana Young tem uma vida aparentemente invejável. Ela mora em um luxuoso hotel de Nova York com os pais ricos e bem-sucedidos, só usa roupas de grife, recebe uma generosa mesada e tem liberdade para explorar a cidade. Mas para isso ela precisa seguir algumas regras: só tirar notas altas no colégio, apresentar-se adequadamente nas festas com os pais e fazer amizade apenas com quem eles aprovarem. 


Um dia, na seção egípcia do Metropolitan Museum of Art, Lily está pensando numa maneira de convencer os pais a deixá-la escolher a própria carreira, quando uma figura espantosa cruza o seu caminho: uma múmia — na verdade, um príncipe egípcio com poderes divinos que acaba de despertar de um sono de mil anos. 

A partir daí, a vida solitária e super-regrada de Lily sofre uma reviravolta. Uma força irresistível a leva a seguir o príncipe Amon até o lendário Vale dos Reis, no Egito, em busca dos outros dois irmãos adormecidos, numa luta contra o tempo para realizar a cerimônia que é a última esperança para salvar a humanidade do maligno deus Seth. Em O despertar do príncipe, Colleen Houck apresenta uma narrativa inteligente, cheia de humor e ironia.

Espero que tenham gostado da cobertura do evento. Até mais, And

#EUFUI - Lançamento ''O Conde Enfeitiçado'' - Julia Quinn em Salvador-BA




Hey caros leitores, estou sumido sim, mas estou vivo, correria de final de semestre na universidade aí já sabe né, rs, mas voltei para contar a vocês como foi o lançamento de "O Conde Enfeitiçado no Brasil em especial onde moro em salvador - Bahia, com a presença da escritora Julia Quinn que fez uma tour pelo Brasil promovida pela editora Arqueiro. 

Tudo começou quando nós leitores soubemos que a Julia Quinn iria vir para a Bienal do Rio de Janeiro até então era só o que alguns sabia, até a editora divulgar que seria feito uma turnê pelo país levando a autora para os lançamentos em algumas cidades, para quem não sabe as cidades são escolhidas pela quantidade de livros vendidos do autor, e Salvador capital da Bahia foi uma das escolhidas para alegria de nós leitores baianos, logo após veio a notícia de que o lançamento seria dia 03/09 na livraria cultura no salvador shopping. depois nos veio a seguinte informação ''Serão distribuídas 300 senhas para a sessão de autógrafos no dia 03/9, a partir das 10h, na Livraria Cultura do Salvador Shopping. Máximo de 3 livros por pessoa, sendo que um deles deve ser "O conde enfeitiçado''.




Para quem não conhece o livro, confira a sinopse abaixo:

Em toda vida há um ponto decisivo. Um momento tão tremendo, súbito e impressionante, que a pessoa sabe que sua vida jamais será igual. Para Michael Stirling, o libertino mais infame de Londres, esse momento chegou na primeira vez que pôs os olhos em Francesca Bridgerton.
Depois de uma vida de perseguir mulheres, de sorrir astutamente quando elas o perseguiam, de permitir-se ser apanhado mas nunca deixar que seu coração se comprometesse, necessitou somente de um olhar em Francesca Bridgerton e se apaixonou tão rápido e definitivamente que foi um milagre que pudesse permanecer de pé. Desgraçadamente para Michael, o sobrenome de Francesca seguiria sendo Bridgerton durante só trinta e seis horas mais, já que a ocasião dessa reunião era, infelizmente, um jantar para celebrar suas iminentes bodas com seu primo.
Mas isso foi antes e agora Michael é o conde e Francesca é livre, mas ela ainda pensa nele como nada mais que seu estimado amigo e confidente. Michael não se atreve a lhe falar de seu amor até uma perigosa noite, quando ela caminhou inocentemente a seus braços e a paixão se demostrou ser mais forte que o pior dos segredos.

_________________________________________________________________________________

O Evento:

No dia fiquei dividido entre ir para a aula na universidade e ir para o evento então fiz os dois, fui para aula normal, depois fui pegar minha senha no shopping as 10h e voltei para aula para só a tarde as 15h ir para o shopping novamente, chegando na livraria encontrei amigos/colegas e ficamos conversando até o horário do evento (a fila começou a se formar por volta das 16h). 

A Julia chegou um pouco atrasada, exatamente as 19:40, graças ao problemático transito de salvador, ela foi bem ágil já chegou, e imediatamente começou a sessão de autógrafos, e disse que iria autografar todos os livros de todos que estavam na fila. Na minha vez ainda tive tempo pra um bate-papo bem rápido, elogiei os livros, perguntei se ela tinha gostado do Brasil até o momento, e se tinha gostado de salvador, ela disse que sim, (inclusive ela tinha visitado um cartão postal da cidade que é a Igreja do Senhor do Bonfim). Perguntei também se ela tinha provado o acarajé, ela não comeu rs, achei ela bem simpática apesar de ser bem tímida, amei a ter conhecido e espero que ela volte ao Brasil em outros lançamentos.



Eu só tinha 3 livros dela, mas tinha gente com a série completa e uns até com os livros dela que não foram traduzidos ao português, e ela autografou todos.



Ela visitou a Igreja do Senhor do Bonfim, um dos cartões postais de Salvador.


Espero que tenham gostado da cobertura do evento. Até mais, And

sábado, 15 de agosto de 2015

Entre o Amor e Vingança

Entre o amor e vingança é o primeiro livro da Série O Clube dos Canalhas, teve um efeito inovador por seu o primeiro romance de época que pude ler. Mas também me aqueceu com sua trama e seus personagens. Ele conta a história do marquês de Bourne e Penélope Marbury. Um trio de amigos Penélope, Bourne e Thomas em uma infância rica de aventuras juntos, compartilharam momentos inesquecíveis, aprontaram, pescaram, divertiram-se e, mesmo quando Bourne chegou à idade em que deveria ingressar no famoso Eton College, continuou mantendo contato com Penélope por cartas. Após anos o marquês de Bourne perdeu tudo o que possuía em uma mesa de jogo e foi expulso do lugar onde vivia com nada além de seu título. 

Agora, sócio da mais exclusiva casa de jogos de Londres, o frio e cruel Bourne quer vingança e vai fazer o que for preciso para recuperar sua herança, mesmo que para isso tenha que se casar com a perfeita e respeitável Lady Penélope Marbury. Durante o tempo em que não teve notícias do marquês de Bourne, por ele mesmo, Penélope foi se transformando na joia da temporada, até ser pedida em casamento e ver seu noivado ser rompido, uma vez que seu pretendente estava apaixonado por outra mulher...

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

#EUFUI - Encontro Intergaláctico - Editora Aleph


Descrição do evento: ''Adriano Fromer, grão-almirante da Aleph, e Daniel Lameira, space publisher, falarão dos próximos lançamentos da editora, do planos editoriais para STAR WARS, dos universos da ficção científica e de por que ler esse gênero, que conquista cada vez mais leitores. Participação especial do Conselho Jedi Bahia. 

Os leitores ganharão um brinde exclusivo e também haverá sorteio de kits legais :D

>> As senhas serão distribuídas no dia do evento, a partir das 17h, na bilheteria do teatro da livraria. Cada pessoa tem direito a apenas uma senha. Não é permitido pegar para outra pessoa.
Nos vemos lá! 

Que a Força esteja com você.

Vida longa e próspera.''



Ocorreu no dia 12 de agosto de 2015 as 19h na Livraria cultura do salvador shopping, Salvador-ba foi a 3ª ou 4ª cidade mais votada a sediar o evento que foi 'O encontro intergaláctico promovido pela Editora Aleph' com participação do conselho Jedi Bahia. As senhas (uma pulseira) como mencionado na descrição começaram a ser entregue apartir das 17h na bilheteria do teatro da livraria que fica no andar superior da livraria. Por volta das 19h o teatro foi aberto, já estava enorme a fila pra entrar e recebemos uma senha numéria para o sorteio que teria no final do evento.

O evento começou pouco mais das 19h e foi apresentado pelos editores da Aleph.

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Parcerias Com Autores

Estamos disponíveis a fazer uma parceria com você autor, entre em contato de preferência via e-mail e trataremos de um acordo, disponibilizamos o banner, resenha e divulgação no blog.

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Como Pegar a Joia do Dragão

O último livro das memórias de Soluço apreensivo, pois agora ele é um pária, um traidor, e Alvin o Traiçoeiro é considerado o Rei do Oeste mais Selvagem. Alvin tem oito das dez Coisas do Rei, se ele achar mais duas, ele será coroado, e o futuro do povoado e dos dragões estará comprometido. Soluço está exilado na floresta, sendo caçado tanto pelos humanos como pelo Dragão Furioso, e pode ter perdido pra sempre o seu melhor amigo, mas ainda sim, cabe a ele ir à busca da relíquia mais importante, a Joia do Dragão, que capaz de extinguir todos os dragões da face da Terra. Ele precisa encontrá-la para evitar que ela caia nas mãos de Alvin ele a use para acabar com os dragões. 

Além dessa busca importante, Soluço colocará em prática um plano arriscado, para salvar seu pai e seus amigos, que por sua culpa, receberam a marca dos escravos e ficam na prisão Coração Negro. Uma das coisas legais neste volume das memórias de Soluço é que finalmente descobrimos a história da família de Perna de Peixe. Fiquei muito emocionada lendo sobre de sua mãe e de como eles se separaram, foi muito triste. Sou muito emotiva e Cressida tem uma forma de escrever que sempre me envolve e me emociona. A mãe de Soluço também está presente neste volume. Não sei bem como me senti em relação a ela. Na maior parte da história fiquei com raiva, pra só no final entender o porquê de suas atitudes e dar uma colher de chá.

Abraços, And

Como Roubar a Espada de Um Dragão

Nesse volume o tom se torna um tanto quanto dramático, culminando mesmo para o desfecho da história, o que era de se esperar, pois este é o penúltimo livro da série. A situação de Soluço perante a tribo fica extremamente delicada, e vemos o indício de uma grande guerra por vir. A autora, mesmo utilizando esse tom mais dramático na historia ainda sim consegue manter o humor e a leveza da história. Você não percebe as páginas passando e se vê rindo alto em alguns momentos, nesse volume conhecemos mais a fundo a história da tribo de Soluço e como tudo está de alguma forma ligado à ele.

Nesta nova aventura nem tudo ocorre bem para Soluço, na verdade as reviravoltas nesse livro são dignas de novelas mexicanas, são tantas informações, tantos links com os livros anteriores que se você tinha alguma dúvida que se tudo isso fazia sentido – as aventuras, itens e informações recebidas – nesse livro elas começam a se unir e a definir o rumo final para Soluço e todos os vikings. Uma escrita ágil e divertida, situações mais realistas e menos enroladoras e finalmente conseguimos ver Soluço e seus amigos – Camicazi e Perna-de-Peixe – em situações algumas vezes difíceis e as escolhas algumas vezes bem improváveis.

Abraços, And

Como Partir o Coração de um Dragão

Em Como partir o coração de um dragão a narrativa já começa falando sobre o centro do enredo desse volume: o desaparecimento de Camicazi, amiga de Soluço e Perna-de-peixe e herdeira da tribo das Ladras do Pântano. Claro, tudo tende a ficar pior quando a tribo dos Hooligans resolve ajudar na busca da garota no Oeste Selvagem, uma terra perigosa e afastada da segurança da Ilha de Berk. Os vikings acabam atracando o barco no território dos Criminosos Feiosos e lá eles encontram o Trono Perdido – que envolve um grande mistério. Em tempo: simplesmente adoro os nomes dos lugares e dos personagens que a autora escolhe.

Para livrar o amigo de apuros, Soluço assume a culpa e mal poderia imaginar que isso o levaria consequências severas como reencontrar seu maior inimigo, ficar preso com uma pessoa improvável e ainda descobrir uma história importantíssima sobre seus ancentrais, e com isso, desvendar qual é o seu destino. É muito interessante acompanhar o crescimento dos personagens, principalmente de Soluço que está cada vez mais inteligente e maduro. Já as cenas com Banguela, o dragão do protagonista, são garantia de risadas certeiras.

Sempre com muito bom humor a autora mais uma vez cria uma história divertida, gostosa de ser lida, que nos ensina muito sobre valores, amizade, família, liderança e rebeldia. Esse volume ainda conta com uma visão de como o ser humano pode ser cruel, ao simplesmente não entender – e muitas vezes sem nem tentar entender – o ponto de vista de outro. Apesar de ser um livro mais voltado ao público infantil, cai facilmente no gosto dos adultos. Com um epílogo de emocionar qualquer um, os livros da série são garantia de entretenimento. Uma leitura descontraída e leve para uma tarde preguiçosa no sofá ou na cama.


Abraços, And

Como Treinar o seu Viking

Como Treinar o seu Viking é um livro extra da coleção Como Treinar o seu Dragão e ele trás uma aventura curtinha de Soluço, Perna de Peixe e os dragões Banguela e Vaca Aterrorizante. O livro só tem 88 páginas, as letras são grandes e as páginas são repletas das conhecidas e hilárias ilustrações feitas pela própria Cressida, ou seja, é uma leitura muito rápida, eu o li em meia hora. Nada como uma mudança de perspectiva para dar um novo gás para uma história. Ainda mais quando essa história é uma série de livros que já ultrapassou 10 volumes. É exatamente isso que temos em Como treinar o seu viking: uma história contada por Banguela, o dragãozinho atrevido de Soluço.

Quem narra esta aventura viking é o Banguela, o dragãozinho que tem a autoestima mais alta que eu já vi. Ele conta como ele e Soluço participou certa vez de uma competição de caça, onde os vencedores ficariam livres de fazer lição de casa por três semanas e os perdedores teriam que limpar o banheiro dos dragões pelo mesmo período. Como nos outros volumes, os amigos e Banguela conseguem contornar as mais variadas adversidades que aparecem no caminho, a impressão que temos é que tudo é sempre mais difícil e complicado para Soluço e o atrapalhado Perna-de-Peixe. Apesar da pequena ladra, Camicazi, não aparecer, não senti falta dela nessa breve narrativa. 

Como todos os livros da série até agora, o livro é muito bem diagramado, repleto de ilustrações e com uma capa linda e chamativa para o público mais jovem. Pra quem gostam da série, boas notícias: está previsto o lançamento de uma série televisiva do Cartoon Network ainda esse ano baseada nos personagens desta saga. É uma história muito divertida e com uma ótima mensagem no final. Talvez seja esse o motivo de eu gostar tanto dessa série, o modo como ela é contada. Cressida sutilmente dá vários toques sobre ser quem você realmente é e não aquilo que os outros esperam que você seja.

Como Navegar Em Uma Tempestade de Dragão

Esse é o sétimo volume das memórias do nosso herói, Soluço Spantosicus Strondus III. Nesse livro Soluço e seus amigos vivem uma espetacular aventura pelos mares ocidentais. Tudo estava bem, até Soluço e seus amigos Perna-de-Peixe e Camicazi serem sequestrados por Norberto, o Demente que pretendia levá-los para um lugarzinho chamado América. 

O plano de Norberto era governar a América, que se passaria a chamar Dementolândia, mas para isso ele precisava da ajuda da coisa que tiquetaqueia, sem ela nunca acharia a América. Soluço está sendo obrigado a ajudá-lo. Estava com tanta saudade de Soluço e Banguela que coloquei esse livro na frente da minha pilha gigantesca de livros não lidos, é claro que não me arrependi! Uma coisa que percebi de diferente nesse enredo, foi o fato da autora brincar um pouco com fatos históricos como, por exemplo, o descobrimento da América e a tentativa de criação de uma máquina voadora.

Nesse livro, Cressida começa a misturar fatos históricos com as aventuras vividas por Soluço e novos dragões são introduzidos a série. O melhor de tudo é o epílogo, Soluço mais velho, nos passa uma valiosa lição e uma grandiosa reflexão.  A narrativa de Cressida, como sempre, é surpreendentemente humorada, rápido e encantador. Com ilustrações impecáveis, Como Navegar em uma tempestade de dragão vai divertir crianças, adolescentes e até mesmo adultos.

Guia do herói para vencer dragões Mortais

Esse é o terceiro aniversário de Soluço Spantosicus Strondus III, a esperança e o herdeiro da Tribo dos Hooligans Cabeludos, nosso herói teve o azar de nascer em 29 de fevereiro de um ano bissexto.Tudo que ele desejava era comemorar esse dia em paz, mas graças a Banguela, seu dragão de caça minúsculo e de jardim, Soluço vai ter tudo menos sossego nesse dia que tem tudo para ser de fato "especial". Na companhia de Banguela, Perna-de-peixe, Camicazi e seu dragão Mosca da Tempestade, eles irão embarcar a bordo de um dragão invisível com destino a Biblioteca proibida para roubar outro exemplar de Como treinar o seu dragão antes que Stoico perceba a sua falta. Mas elas não contavam com um exército de Guerreiros Cabeças-ocas e Dragões-brocas guardando a Biblioteca. Roubar livros se tornara um desafio para todos os guerreiros vikings, poucos obtiveram sucesso na tentativa, poucos sobreviveram.

Banguela apronta uma com seu dono, como sempre. O dragãozinho, dessa vez, devora o livro que todos os Hooligans adoram e que também é o único livro que não é banido pelos vikings: "Como Treinar o seu Dragão". Até aí tudo bem, se Stoico, o imenso, não precisasse do livro para mostrar á Bertha, a peituda, que os Hooligans são tão bons ladrões quando as ladras-do-pântano. Se você já leu os outros volumes, deve se lembrar que o próprio Bocão Bonarroto roubou aquele livro de Velho Enrugado, na Biblioteca Pública dos cabeça-ocas. Lá há os mais diversos livros, todo o conhecimento do mundo viking, mas os livros são considerados perigosos para os vikings, pois eles trazem influencias de um mundo civilizado. Para que Stoico não descubra o que Banguela fez, a unica saída é Soluço voar até a biblioteca e furtar do "maldito-assassino-violento-bibliotecário Velho Enrugado". É claro, com uma ajudazinha de Perna-de-peixe e Camicazi.

A narração desse livro é mais rápida do que os demais. Ou seja, logo no começo do livro, Soluço já está entrando em uma aventura. Como sempre, a narração de Cressida Cowell não decepciona, ela é divertida e cômica. Esse também é um dos volumes mais importante da série, pois é nele que vemos o começo de uma saga.

Como Mudar Uma História de Dragão

Diferente do livro anterior onde às aventuras foram narradas em meio ao inverno mais frio de todos os tempos, o quinto livro da série se passa em temperaturas elevadas, o sol de agosto resolveu castigar nossos vikings. Nada vai acabar bem nessa aula. Nessa história, Soluço estava na sua aula de Pastoreio de Renas Montando Dragões, e pediu com toda calma que Banguela não fizesse besteira dispersando as renas para todos os lados, mas não adiantou falar, Banguela, desobedecendo às ordens de Soluço voou para cima do grupo de renas, que se espalharam por todos os lados. 

Com o tempo, as renas se agruparam de novo, os vikings perceberam que um grande incêndio estava se formando ao redor do pasto e que eles estavam presos com Bocão, seu professor. Soluço Spantosicus Strondus III percebeu que algo não estava certo, o local onde os dragões descansavam estava murcho e queimado, onde deveria haver arbustos balançando ao vento com borboletas e nano dragões zumbindo agora só se via restolhos cobertos de cinzas. Dragões não ateiam fogo à terra que os sustenta e dá abrigo. Isso era coisa de dragões malévolos, dragões totalmente diferentes. 

Óbvio que ninguém deu ouvidos ao garoto e isso, como sempre, resultou em mais um problema: uma linha de fogo surge do nada, o bosque explode em chamas e prende todos em um paredão inflamável onde sombras escuras serpenteiam por entre as labaredas. Com muito humor, começando pelo nome dos personagens, Cressida narra a aventura de Soluço para impedir que um vulcão entre em erupção, impedindo que um exército de dragões Exterminadores ecloda de seus ovos. Dessa vez, o novo personagem da trama é um ex-herói, que todos pensavam estar morto há 15 anos, Fabuloso Figurão acaba por ser contratado para ser o Guarda-peito de Soluço, fazendo o papel de proteger o garoto e ensinar-lhe habilidades com a espada, luta, agilidade e coragem. E como a vida de Soluço nunca é fácil, coisas estranhas começa a acontecer e ameaçar sua vida. 

A escrita está amadurecendo, só acompanhando a série para perceber, as aventuras estão mais perigosas, difíceis, cada detalhe tem uma grande história por trás. Banguela ainda continua atrapalhado e com sede heroína, Soluço esperto e incompreendido, Perna-de-peixe amedrontado e amável como sempre, Camicazi corajosa e diva.

Como Quebrar A Maldição De Um Dragão

No Como Quebrar A Maldição De Um Dragão, quarto livro da série Como Treinar O Seu Dragão, temos a solução do acontecimento que ficou em aberto no final do livro anterior. Onde um dos nossos heróis foi picado pela Vorpente Venenosa na fuga do Forte Sinistro. O inverno mais frio dos últimos tempos chegou às Terras dos Vikings, todas as ilhas internas estão agora ligadas por um plano deserto de gelo sólido. Para não perder os costumes, o quarto livro com as aventuras de Soluço Spantosicus Strondus III e seu dragão de jardim, Banguela, começa com mais uma das aulas do idiota Bocão Bonarroto, o instrutor do Programa de Treinamento de Piratas em Berk. 

A aula da vez é a Expedição de Caça com Arco e E Flecha sobre Esquis, onde os 12 alunos teriam que descer esquiando a maior montanha das Ilhas Internas enquanto tentam atingir o maior número possível de Pica-neves Semipintados com suas flechas.E como se isso não fosse o bastante eles devem se preocupar com os Histéricos, uma tribo viking sedenta por sangue, temida por todos e conhecida por matar primeiro e depois fazer perguntas. E a cereja do bolo está por conta do dragão Garra da Destruição, uma serpente negra do mar, um pesadelo com dentes enormes que está logo abaixo do mar congelado. Bocão leva os garotos até o Monte Vilania onde deverão descer esquiando atingindo com flecha, na descida, o maior número de Pica-neves Semipintados que puderem. Só que ali perto espreita novamente o perigo: os Histéricos, vikings lunáticos e sedentos de sangue. Depois de mais ou menos uma hora tentando acertar um Pica-neve, Soluço e Perna-de-peixe encontram, adivinhem sós, os Histéricos! Mas antes de saírem sem serem notados, Perna-de-peixe enlouquece e ataca os vikings sanguinolentos.  


Ficou como um mistério no fim do livro anterior e início deste para saber quem foi picado pela Vorpente. Perna-de-peixe está estranho, tem episódios de loucura, febre, tosses e espirros. Soluço preocupado com o amigo, o leva a Velho Enrugado na véspera do Dia de Freya. O avô materno de Soluço afirma que Perna-de-peixe foi picado pela vorpente e está com vorpentite e que às 10h do Dia de Freya morrerá. Soluço, desesperado, vai atrás do único antídoto para essa doença: o Vegetal-Cujo-Nome-Ninguém-Ousa-Dizer, só que a existência deste vegetal é uma lenda.  Contrariando seu pai, Stoico, o Imenso, Soluço e Banguela saem em uma viagem nas águas congeladas em busca da batata. Eu me diverti bastante com essa conversa de batata, tem um momento em que os personagens imaginam como seria um tipo. Eles contarão com a ajuda de Camicazi, a herdeira das Ladras do Pântano, que surgiu no livro passado e é minha personagem preferida de toda a série. Ousada, forte e fofa.


As ilustrações do livro continuam lindas, Cressida Cowell criou mais uma aventura instigante e original e nossos heróis vikings ainda me arrancam risadas com tamanha falta de sorte. Várias espécies novas de dragões nos são apresentadas no decorrer do enredo, alguns são bem assustadores. A história do pai de Norberto, o Demente é bem interessante e o desfecho inesperado. Os epílogos da série são comoventes. Neste livro conhecemos a Tribo dos Histéricos, que vivem "presos" em Histeria há 15 anos por causa do Guarra da Destruição, um dragão marinho imenso que vive na Ira de Thor - o mar ao redor de Histeria. Os Histéricos vivem sob uma maldição.

Como Falar Dragonês

Nesse terceiro livro, Soluço, Perna-de-peixe, e os outros meninos ainda estão aprendendo a ser piratas. A lição da vez é invadir um barco de pescadores, mas eles não podem chegar perto das águas quentes, a Corrente de Verão, pois lá se encontram criaturas muito perigosas, como os dragões-tubarões. A aventura começa com Soluço e Banguela em companhia de Perna-de-peixe e seu dragão em mais uma aula importantíssima dos Vikings, planejada por Bocão. Como sempre, Soluço não consegue ser um dos melhores dos alunos e naquela aula isso podia causar graves problemas. Eles estavam na aula de "Como abordar uma nau inimiga" onde eles deveriam abordar um barco de pesqueiros pacíficos e trazer algo para provar o feito. Mas Banguela estava em greve e não queria colaborar, o dragão de Perna-de-Peixe estava dormindo e eles "sem querer" se perderam na neblina e estavam se encaminhando para os mares mais quentes, onde teriam grandes chances de encontrar alguns Dragões-Tubarões. Mas como nosso personagem é muito sortudo, eles invadem por engano um navio romano.

Além do salvamento de Banguela, outra coisa que move a história são os romanos. Quando Soluço está no navio dos inimigos, acaba escutando uma conversa das autoridades romanas, e descobre que eles estão armando alguma coisa.  Uma coisa que eu adorei na leitura, além dos capítulos curtos e a narrativa envolvente e simples foram os desenhos ao longo das páginas. A gente acompanha ilustrações das cenas, mapas e também as anotações de Soluço em seu livro. Aposto que é uma característica que vai atrair muitos jovens leitores a ler as aventuras de Soluço.

Como Ser Um Pirata

Como Ser Um Pirata traz mais uma aventura do nosso pequeno viking Soluço S. S. III e seu teimoso dragão Banguela. Se você ainda não leu a aventura anterior - onde ele encontra o seu dragãozinho de estimação e luta com Dragões do Mar. Nesta história os meninos vikings estão em uma tarefa de navegação, fizeram um barco, e saíram para navegar em alto mar para o treinamento de piratas. Soluço Spantosicus Strondus III e seu amigo Perna-de-Peixe batem com seu barco em um caixão.  Este caixão é de Barbadura, o tataravô de Soluço, mas há um alerta neste caixão, que somente o herdeiro verdadeiro de Barbadura poderia abrir o caixão. Eles resolvem então leva-lo até aos adultos para eles resolverem o problema.

Ao abrirem o caixão eles têm uma grande surpresa, e ai começará a busca para o verdadeiro tesouro de Barbadura, o terrível. O Banguela está mais mal-educado ainda e o Soluço precisa exercitar mais a sua "vikingdade" - vi essa palavra num blog e me apaixonei! - e sua técnica com a espada. Os Hooligans Cabeludos estão treinando os calouros para serem verdadeiros piratas da Ilha de Berk. No início do livro, mais uma vez, temos o Bocão Bonarroto e os dez garotos - só que agora estão com os seus respectivos dragões. 

Em alto-mar, Bocão conduzia o Programa de Treinamento de Piratas na Ilha de Berk: uma luta de espadas entre os garotos. No meio dessa "aula" pelo mar, o barco é atingido por um caixão, Banguela e Perna-de-peixe, os Hooligans Cabeludos decidem abrir o caixão achando que o tesouro perdido está lá. Só que eles encontram a maior surpresa de todos os tempos lá dentro! A partir daí, a tribo saí em busca do tesouro perdido de Barbadura, o Terrível na Ilha da Caveira. Soluço e seu amigo Perna-de-peixe irão descobrir muito mais do que imaginam nessa incrível aventura. Soluço está mais destemido agora, mas continua sendo chamado de Soluço, o Inútil pelo seu primo Melequento, apesar de ter derrotado os Dragões do Mar no livro anterior. 

O Soluço enfrenta uma situação cada vez mais desafiadora a cada capítulo. Esse é um daqueles livros que você sabe que vai terminar tudo bem, mas fica louco para saber o que a personagem vai fazer para sair daquela enrascada.  Um livro onde existe muito aventura Acha a forma como eles falam muito intrigantes, e apesar de serem muito heroicos, tem um que de teimosos.  Banguela o dragão de Soluço é um pequenino muito apaixonante, apesar de ser muito teimoso e dizer que são egoístas, ele é ao mesmo tempo apaixonante e cativante.

Como Treinar O Seu Dragão

Antes de tudo se você já assistiu ao filme "Como treinar o seu Dragão" esqueça a história e não espere semelhanças grandes, pois não vai encontra e vai acabar se decepcionando. Soluço e o filho de Stoico o imenso chefe da tribo dos Holigans, mas está longe de ser o herói que todos esperam ele é pequeno, fraco e não tem nenhuma habilidade atlética a unica coisa de herói que ele possui e o cabelo que fica escondido em baixo do capacete. Para se torna um membro da tribo os jovens tem que passar em teste que será feito no dia de Thor, enquanto isso os jovens tem que capturar um dragão e treina-lo ou serão expulsos da tribo. 

Na captura de dragões consiste em entrar na caverna do pico do dragão e pegar um filhote adormecido da creche e voltar, mas é claro que algo ia dar errado e com isso falo do melhor amigo de Soluço o Perna-de-Peixe que por um espirro acorda todos os dragões e acaba não capturando nenhum dragão e isso quer dizer que ele será exilado, mas Soluço da o seu dragão a ele, e restando apenas para Soluço um pequeno dragão adormecido.O dragão de Soluço era tão pequeno e sem nenhum dente que fez o ser motivo de zoação entre os outros vikings, mas esse era o menor problema de dele por que o seu dragão Banguela não o obedecia, Soluço busco então o livro Como Treinar o Seu Dragão para ter uma ajuda mas a unica coisa que ele dizia era Grite Com o Seu Dragão.


O livro não ajudou Soluço em nada, então ele tenta o método mais difícil de se torna herói falando com o seu dragão, embora eles fossem egoísta e pensarem apenas em si, Soluço tem esperança de conseguir treinar Banguela. No dia do teste Banguela está quase obedecendo a Soluço em meio de sua vingança com o dragão de Melequento o garoto que quer se torna o líder da aldeia no lugar de Soluço. Todos os jovens estão animados para o teste e todos se saem bem surpreendentemente Banguela obedece tudo mas no final ele provoca uma confusão com todos os dragões que causa a expulsão de todos os participantes da aldeia. No dia da expulsão dos jovens a aldeia é atacada por um dragão do mar, um dragão muito antigo e temido que não era visto a muitos tempo e agora nenhum dos vikings consegue derrotar esse dragão e e eles precisão de outra alternativa e só resta a Soluço finalmente derrotar esse dragão e se tornar um herói com a ajuda de Banguela. 
O livro é uma graça te levando a torcer por Soluço e a gostar de seu pequeno dragão Banguela, além de te fazer dar boas risadas. O livro é cheio de ilustrações, mapas e esquemas que te ajudam a imaginar toda a historia e a fisionomia dos personagens, além de dar todo um charme para o livro. A capa ficou perfeita e as páginas são amareladas com letras maiores que o habitual em livros oque faz a leitura ser rápida.

Biblioteca de Hogwarts - Animais Fantásticos e Onde Habitam


O Livro é show fala dos animais do mundo mágico de Harry Potter, mencionando grau de periculosidade, onde são encontrados, do q se alimentam, o que são capazes de fazer,como os bruxos conseguem esconde-los dos trouxas e etc.
Fala cerca de mais de 50 tipos de animais entre eles o hipogriffo, sereanos, basilisco,dragões que são os mais aparentes dos filmes, emfim o livro faz parte da biblioteca de Hogwarts, e será uma triologia que está sendo escrita pela própia J.K Rowlling na qual contará a vida de um jovem bruxo que estuda em Hogwarts e decide estudar os animais mágicos, a triologia será baseada 50 anos antes da entrada de Harry em Hogwarts portanto talvez não vejamos tantos atores da saga atuando nesta triologia que promete. O primeiro filme da triologia será lançado em 2016.

Biblioteca de Hogwarts - Quadribol Através dos séculos


O livro é fantástico mais uma das edições que se encontram na biblioteca de hogwarts, o livro conta toda uma história de esportes no mundo bruxo, desde os primeiros esportes inventados até inventarem o quadribol e como este mesmo veio sofrendo modificações até chegar ao quadribol apresentados nos livros e filmes da saga Harry Potter. 

Conta desde os mínimos detalhes como por exemplo o pomo de ouro que antes n era aquela bolinha e sim um pássaro e o jogo só terminava quando o apanhados pegava e esmagava o pássaro com as mãos, até mesmo as trapaças q os bruxos como chamo ''pré-históricos'' faziam para ganhar o jogo e por ai vai, na minha opnião o livro daria um super filme, quem sabe até mesmo uma triologia mais aprofundada com uma historia de um protagonista sendo incluida na historia do livro, afinal o livro não gira em torno de atores e sim do esporte em si, emfim, super recomendo o livro, e bem pequeno da pra ler em um dia, Selo Frilivro.

Biblioteca de Hogwarts - Os Contos de Beedle, o Bardo


Os Contos de beedle mais uma dos exemplares da biblioteca de hogwarts, são como contos de fadas, que as mães leem para as crianças antes de dormir, só que contos do mundo bruxo ( Harry Potter, Rowling escreveu cinco histórias para o livro. Um deles, "O Coração Peludo do Mago", não é mencionado em Harry Potter e as Relíquias da Morte,três outros, "O Bruxo e o Caldeirão Saltitante", "A Fonte da Sorte" e "Babbitty, a Coelha e seu Toco Gargalhante", recebem atenção superficial. 

"O Conto dos Três Irmãos" é a única história que aparece inteiramente no livro Harry Potter e as Relíquias da Morte. Não classifico um como melhor conto porque gosto de todos, os q mais ficou gravado na mente foi o dos três irmãos, e o caldeirão saltitante, mais ainda consigo lembrar de todos, J. K como sempre nos surpreendendo em suas belíssimas historias. Seria ótimo uma adaptação pro cinema, tipo um longa.

Série Riley Bloom - Terra dos Sonhos

O 3º volume da serie da Riley Bloom começa imediatamente após o fim do livro anterior e eu já esperava por isso, já que tem um sneak-peek ao final. Riley está oficialmente de férias e livre para curtir sua pós-vida da maneira que preferir, sem se preocupar em resgatar almas perdidas. Mas como era de se esperar de nossa eterna pré-adolescente, ela não se conforma em ficar parada quando existem tantas coisas para se explorar e descobrir em Aqui.  Avançando um pouco, Riley descobre que há como se comunicar com sua irmã, Ever, através de um processo de criação de sonhos. Querendo falar com a irmã mais que tudo para descobrir como fazer 13 anos e se tornar adolescente, Riley fica obstinada a conseguir falar com ela a qualquer custo. 


Em meio a tudo nos estúdios aonde são produzidos os sonhos, Riley, juntamente com Buttercup, dão uma volta e não conseguem um diretor para realizar o desejo dela. Então ela cai em uma armadilha criada por Satchel, um rapaz que cria pesadelos terríveis e Riley não sabe o que fazer com relação a isso.Como sempre digo o que gosto nessa série é o gostinho de lição que tem ao final - pode parecer chato, mas acho interessante e principalmente, muito válidas para pessoas como ela! Riley está amadurecendo e a cada livro aprende uma lição que certamente a beneficiará até o final da série. E estou certa que a lição que ela aprendeu ao final deste o fará uma pessoa melhor nos próximos livros.

Série Riley Bloom - Luminoso

Riley esta de ferias depois de ter conseguido fazer com que os meninos radiantes fosse para Aqui e Agora, mas o que ela não esperava é encontrar um cão infernal na praia onde está. Movida pela sua curiosidade e sem ouvir Bodhi que fala que ela não deve se envolver, ela resolve seguir o cão. Quando Bodhi explica que cães infernais são até comuns e que eles normalmente protegem alguma coisa ou alguém, a curiosidade de Riley fala mais alto e ela decide descobrir o que tem na ilha. Riley continua a pentelha teimosa que eu adoro. Claro que essa característica dela combina bastante com “se meter em encrenca”.

Riley, ao tentar desvendar o mistério por trás do cachorro, conhece uma menina-fantasma que é puro mal. Riley se arrepende de ter sido curiosa, mas acaba envolvida quando a menina-fantasma (Rebecca) confina Buttercup e Bodhi em uma bolha de pura raiva e lembranças ruins. Riley, que deve resgatar seus amigos contando com a ajuda de um príncipe/mendigo africano, descobre que ela se meteu numa história de escravidão, sofrimento e muita raiva. Ela decide, então, usar seus talentos para ajudar várias almas presas na terra.
Achei interessante a autora ter incluído uma nota que conta que a parte dos escravos foi baseada em alguns fatos reais, porque essa relação faz com que as pessoas se interessem mais pelos personagens, pelo simples fato de ser possível pesquisar sobre o assunto. A narrativa continua leve e divertida e você consegue lê-lo em apenas uma trade sem pesar.  Outro detalhe que eu gostei bastante foi conhecer um pouco mais da vida do Bodhi e ver que ele é igual a todos os adolescentes e tem suas próprias inseguranças e seus próprios remorsos.

Série Riley Bloom - Radiante

A história de Radiante mostra uma Riley um pouco diferente, menos “pirralha”, mais confortável com a idade dela (Riley é a irmã mais nova de Ever, personagem principal da série Os imortais) – ela ainda pode gostar de Jonas Brothers e ser bem impulsiva, mas ela é bem menos pentelha que a visão que temos dela nos outros livros.  Ao cruzar a ponte dos espíritos, que faz com que eles não estejam mais ligados ao plano terreno, ela aceitou que morreu e que não deve interferir no assunto dos vivos, se junta a seus pais e ao seu cachorro Buttercup. Riley Bloom se preparando para seu primeiro dia de aula. Há aulas no céu? Na verdade, é uma espécie de conselho angelical, que decide seu devido lugar no céu. Como Riley ainda continua apegada a sua vida mortal e a sua irmã Ever, que ficou na Terra. 

O conselho decide que ela deve voltar a Terra e virar Apanhadora de Almas, isso é, dar uma mãozinha as almas que teimam em continuar na Terra. Ao cumprir missões, o espírito fica radiante, envolto de luzes que ampliam e mudam de cor a cada missão cumprida – e é isso que Riley deve buscar agora. Logo na primeira missão, Riley já encontra vários desafios ao parar em uma casa mal assombrada, mas mesmo assim tenta superá-los junto a Bodhi (seu treinador) e Buttercup. Lembra um pouco Ghost Whisperer (o seriado), mas do lado dos espíritos, achei interessante a abordagem – pode não ser original, mas é interessante. A única coisa chata do livro é que as coisas acontecem muito rápido e quando você começa a pegar gosto, acaba.

Os Imortais - Infinito

Ever e Damen conseguiram derrotar os inimigos que atrapalhavam suas vidas, mas ainda há obstáculos a serem superados antes de se amarem plenamente. Damen continua envenenado, o que impede que eles vivessem a paixão pela qual anseiam há séculos. Encontrar o antídoto, para livrá-los dessa maldição, é a única solução. O sexto e último livro da série, superou minhas expectativas! O livro desvenda todos os segredos da história de amor entre Ever e Damen, além de revelar surpreendentes fatos das vidas passadas de outros personagens como Jude, Ava, Romy, Rayne, Miles, Haven, Drina e Roman. 

A história começa tratando da escuridão que alcança Summerland, que se vê envolta em lama e um ambiente bem sinistro, deixando de ser, aos poucos, o lugar mágico e adotando um tanto quanto um ar de Shadowland. Nossa protagonista tem quase certeza de que essa mudança tem a ver com as decisões tomadas por ela e por Damen; até que se depara com uma senhora um tanto estranha, que se autodenomina Lótus, como a famosa flor. E é através de uma conversa com Lótus que Ever decide seguir em uma duvidosa e assustadora jornada, a fim de desfazer o mal causado a Summerland bem como para descobrir a resposta da maldição que assombra Ever e Damen desde sempre.  Damen não quer mais problemas e está convencido de que Lótus é apenas uma mulher solitária e louca. 

Tudo o que importa é encontrar o antídoto. Mas Ever não consegue esquecer a canção e o olhar de acusação daquela velha senhora. Contrariando a vontade de Damen, Ever decide desvendar esse enigma. Em um encontro com essa senhora, Ever descobre uma vida passada que desconhecia e que a mesma desconfia que Damen preferisse “esquecer”… Ever se descobre como Adelina, a prima pobre de Esme (Drina), prometida ao Príncipe e futuro Rei Alrik (Damen). Uma vida que vai mexer com tudo o que Ever conhecia sobre si mesma, sobre o porquê de sempre retornar e se apaixonar por Damen, o porquê da maldição, como a mesma começou.

E é aí que Ever deve tomar a grande decisão do livro: ser imortal fisicamente ou ter a verdadeira imortalidade, a da alma? Confesso que não esperava o final, apesar de saber que Ever e Damen terminariam juntos, não imaginava que fosse dessa maneira, com uma decisão que mudaria todo um rumo de uma vida, que mudaria suas vidas para sempre… Agora é aguardar pelos próximos movimentos da autora e, enquanto a história de Ever e Damen aparentemente tem o final feliz, podemos ir aos divertindo com o spin-off sobre a irmã de Ever,Riley Bloom.

Os Imortais - Estrela da Noite

No quinto livro, Ever está enfrentando as consequências de tudo o que fez em Chama Negra. Em ‘Estrela da Noite’ Ever continua com sua luta pela escolha entre seu eterno amor por Damen ou sua intensa paixão por Jude. Mas a mais coisa em jogo do que uma simples escolha entre dois homens. De melhores amigas a inimigas mortais. Haven jurou vingança a Ever pela morte de Roman, mesmo tendo sido Jude quem o matou. Desde o infeliz incidente as ameaças são constantes. Haven faz questão de fazer gato e sapato de Ever até o momento que considerar ideal para matá-la e, para tal, decide utilizar os segredos sombrios de Damen que Ever desconhece, mas que são capazes de separá-los para todo o sempre.

Com treinamentos pesados, Ever tenta melhorar suas habilidades para combater a força descomunal de Haven, mas algumas revelações desestabilizam-na emocionalmente, deixando-a vulnerável às armações de sua nova inimiga. Mas Ever ainda tem um trunfo na manga. O vício de Haven a domina completamente, deixando-a instável e a beira de um colapso, porém, se não for controlada adequadamente, Ever corre o risco de que sua ex melhor amiga exploda em suas mãos. Entre as brigas de Ever e Haven há Miles, que nesse livro se destaca e nos mostra quem realmente é; Impressionei-me muito com ele, suas escolhas e diálogos. Ao contrário dos anteriores, Ever finalmente criou algum juízo e se rendeu a aceitar a ajuda dos que a rodeiam. Resumindo, deixou de fazer besteiras impensadas o tempo todo, o que por sinal conseguiu irritar todo mundo. A narrativa segue a mesma linha, leve, fluente. 

A história tomou um rumo interessante, apesar de eu não gostar do que se tornou a Haven, ainda assim é uma ótima reviravolta para a série. A questão do sexo acabou perdendo a evidência, ainda é assunto primordial para Ever e Damen, mas já não é o mais importante, visto que inúmeras vidas correm perigo, inclusive as suas próprias. Os personagens num geral cresceram e se desenvolveram melhor neste livro, amadurecendo alguns "defeitos" irritantes e melhorando suas interações com a história. Sabine não aceita a realidade e por isso há cenas de sermão e brigas dentro de casa, que a meu ver deixaram o livro um pouco mais "realista". Não é normal tantos personagens aceitarem tão bem algo como imortalidade e todos os poderes citados no livro. E ainda há o problema mais grave para Ever: o antídoto. Ela está disposta à tudo para consegui-lo e enfim aproveitar sua relação com Damen por completo.  Acontecem várias reviravoltas durante o livro e o final realmente me surpreendeu. Aguardando ansioso para o grande final em "Infinito".

Os Imortais - Chama Negra

Bom, a diagramação do livro segue o mesmo exemplo dos outros da série, portanto, não vou ficar falando sobre isto agora. A capa, assim como as dos livros anteriores, tem uma relação com a história e, em alguns casos, pode até mesmo ser um spoiler. A propósito, por mais que eu evite, esta resenha tem um pouco de spoiler para quem não leu os três primeiros livros.

Diferente de Terra de Sombras, este livro tem mais ação que enrolação. A Ever, no entanto, continua sendo aquela mesma personagem meio burra que faz tudo errado, mas agora ela está mais que determinada a acertar as coisas. É uma pena que as coisas nem sempre saem como a gente quer, né? Como se não bastasse o fato de sua tia namorar seu professor de história e os dramas do relacionamento dela com o Damen (principalmente porque ela está cada vez mais próxima do Jude), agora ela tem como inimiga a sua "ex-melhor amiga" e fez um feitiço que acabou dando errado, deixando-a presa ao Roman.

Para não se encrencar ainda mais, a personagem principal começa a tentar desfazer o feitiço e, é óbvio, sempre piora tudo. Só para complicar ainda mais, as gêmeas de Summerland estão sendo cuidado pelo Damen, o que faz com que o casal se distancie cada vez mais. Bem, a escrita da Alyson está maravilhosa neste livro, a narração flui de um jeito incrível, ao contrário do que aconteceu no livro anterior. No entanto, diferentemente dos outros livros (no qual o final é uma repetição entediante do final anterior, só mudando personagens), o final de Estrela da Noite traz um elemento novo: um enigma, em forma de canção, que Ever deve desvendar para poder desfrutar da felicidade. Resta saber se no próximo livro da série, Infinito, a autora irá explorar de maneira interessante esse novo elemento ou se continuará apegada ao ciclo vicioso dos livros anteriores.
 
Eu tenho esperanças que ela utilize esse novo elemento para criar uma situação completamente diferente das situações relatadas nos livros anteriores e que, com isso, a história fique mais emocionante, seja mais atraente e também surpreendente – acho que a novidade é algo que faltava ao enredo desse livro, pois desde o segundo livro ficou tudo muito previsível. Chama Negra é uma mistura de romance, drama, mistério, surrealismo e intrigas, e conseguiu me prender desde a primeira frase. Apesar de continuar fazendo tudo errado, a Ever amadureceu muito e deixou um pouco da sua teimosia de lado. O final como sempre, me deixou surpresa e com vontade de ler o quinto volume da série.

Os Imortais - Terra de Sombras

Depois de ter sido traída por Ava e ter feito a escolha errada no fim do último livro, Ever se vê condenada a passar a eternidade afastada de Damen. Mas ela não pretende aceitar esse destino tão facilmente e tentará de todas as formas convencer Roman a entregar o antídoto que a permitirá tocar novamente em seu grande amor. Enquanto ela se tortura tentando encontrar a solução desse problema, surge Jude, um surfista bonitão que parece não ter aparecido em sua vida por acaso.

Terra das Sombras começa com Ever que agora está sofrendo as consequências de seus atos não muito inteligentes no final do segundo livro. Ela e Damen não podem mais se tocar, caso isso aconteça, ele morre. Então, ela vai tentar falar com Roman, já que ele tem o antidoto para esse problema. Mas assim que ele determina o preço que ela precisaria pagar, Ever percebe que será mais difícil do que ela pensou.

O livro se desenrola na história de Ever tentando buscar uma solução sozinha. Entre feitiços, livros em códigos e mais dramas de adolescentes. A parte legal da narrativa da Alyson Noël, é que ela é muito rápida. Os capítulos curtos e a ansiedade de querer saber como ela vai resolver tudo acabam fazendo com que eu leia os livros da série muito rapidamente. A história é sim, intrigante. Eu estou sempre querendo saber o que vai acontecer e isso acaba fazendo com que eu não consiga desistir da série.

Vamos falar agora dos motivos que ainda me incomodam. Ever, Ever, Ever. Cometer um erro uma vez é humano, mas persistir no erro é escolha. Ela precisa imediatamente começar a ouvir os outros. Em Lua Azul ela não dá ouvidos às gêmeas e se mete em confusão, e em Terra de Sombras ela não dá ouvidos ao próprio namorado - que por sinal, tem anos de experiência no assunto da imortalidade - e se mete em confusão de novo.

Enfim, espero que ela aprenda de uma vez. A autora adiciona um personagem novo, que deixa um clima de triângulo amoroso e Damen ciumento na história. Eu gostei disso nesse livro em particular, mas quero ver como a autora vai desenvolver nos próximos. Tenho fé que a Ever vai melhorar, estou torcendo muito para que ela se ligue e aprenda com os erros no próximo livro. Se isso acontecer, será uma leitura sem tantas brigas entre eu e a ela. Não gosto muito de brigar com os personagens, mas nesse caso foi necessário.